REFLEXÃO PARA LÍDERES ESPIRITUAIS

O trabalho Cristão na Igreja

I REUNIÃO DO ANO 2011 DE LIDERANÇA DA IGREJA BETEL GEISEL

Amado irmão(ã) em Cristo da Igreja Betel Geisel. Se você está inserido no ministério é porque já não é mais crian­ça espiritual, pois houve um desejo de trabalhar na obra de Deus, de ser útil no serviço do Senhor. O tempo para despertar para o trabalho pode ser diferente em cada cristão. A disposição para o trabalho é uma atitude de amor, que não visa remuneração financeira, pois é um trabalho voluntário que fazemos para que o Reino de Deus cresça.

Quando exercemos um ministério na igreja, rompemos a bar­reira do "individualismo" para servir o próximo com carinho e soli­dariedade. Podemos produzir mais quando participamos de um grupo, do que quando agimos sozinhos. Veja um exemplo do jogo de voleibol, todos trabalham individualmente em suas funções: le­vantador, bloqueador… mas o resultado final é fazer a equipe ven­cer; é um esforço individual que resulta na vitória do grupo todo. Assim é no Corpo de Cristo. Trabalhamos em ministérios diferentes, mas o resultado reflete na igreja toda. O fato de trabalharmos em equipe gera uma multiplicação. O nome desse fenômeno é sinergia e que a soma do todo é maior do que a soma das partes.

"Arregaçar as mangas para o trabalho" é a decisão certa para um começo. Os inimigos tentaram desanimar o povo de Israel e desviá-lo do objetivo, mas os judeus foram persistentes Em Ne 4:1-15, vemos que além do material de trabalho para a reconstrução, o povo levou armas para lutar contra os inimigos (lanças, escudos, arcos, couraças, espadas…) O interessante é como eles utilizaram estas armas.

Deve­mos seguir o exemplo deste povo: com uma mão segurar a arma e com a outra usar o instrumento de trabalho ou os dons que recebemos de Deus. Se você esqueceu quais são as armas espirituais releia Ef 6:13-18 e relembrará todo equipamento de combate que está à sua disposição para vencer os problemas pessoais e os ataques do inimigo. Infelizmente, muitos cristãos se esquecem de que estamos em guerra continuamente. Precisamos estar atentos a cada ação do inimigo para neutralizá-lo.

SIRVA AO SENHOR COMPREENDENDO QUE O TRABALHO É ARDUO, MAS EXISTEM RECOMPENSAS. No tempo de Neemias, o povo de Israel, que vivia tremenda crise política e econômica, aparentemente derrotado, levantou-se com autoridade e buscou a restauração em Deus, iniciando o trabalho. O processo foi demorado: 52 dias de luta e coragem para restaurar o muro de Jerusalém, Ne 6:15. Muitas vezes você verá que o trabalho na casa de Deus é demorado e árduo, e temos que enfrentar pessoas e circunstâncias contrárias ao plano de Deus. Mas você também perceberá que é um privilégio trabalhar para Ele.

O trabalho na igreja faz-nos sentir ligados no Corpo de Cristo. A maior dificuldade que encontramos quando estamos em um am­biente diferente é sentir-nos deslocados. Quantos na igreja não se sentem à vontade. Termina o culto e simplesmente vão embora por­que não estão ligados no Corpo. Quando realizamos uma atividade no Corpo de Cristo somos integrados aos outros irmãos. O ser hu­mano tem necessidade de sentir-se útil em qualquer lugar em que vá. Sentimo-nos bem quando ajudamos o próximo. Se formos sábios, jamais ficaremos ociosos no Reino de Deus. Nosso coração se moverá em amor, desejoso em ajudar o próximo e compartilhar tudo de preci­oso que o Senhor tem nos dado.

Em relação ao trabalho na igreja, reflita:

1. Quando solicitam que você faça algum serviço, você está pronto para ajudar?

2. Ao realizar alguma tarefa, tem tratado o próximo com amor?

3. Algum dia já negligenciou um serviço na igreja? Se isso já ocorreu, renove seu compromisso de trabalho com Deus.

E FINALMENTE SUGERIMOS A VOCÊ:

Quando for fazer uma atividade nunca murmure. Muitos israeli­tas não entraram na Terra Prometida porque reclamavam da si­tuação vivenciada. A murmuração nos entristece e nos desmotiva.

O amor é o termômetro, demonstra a ação do Espírito de Deus em nossa vida. Se estivermos amando pouco o próximo, algo está erra­do em nossa vida cristã. Se você sente-se isolado do Corpo de Cristo ou tem encontrado muitas falhas nas pessoas que lideram sua vida, cuidado, pois pessoas sempre são falhas, e não podemos permitir que as falhas humanas abatam o nosso amor em servir ao Senhor.

Que neste ano, todos possamos ser firmes e constantes em servir ao Senhor, com maturidade para não sermos abatidos por críticas e situações que surjam em nossa caminhada.

Pr. Josias Moura.

About these ads

2 thoughts on “REFLEXÃO PARA LÍDERES ESPIRITUAIS

  1. Isso é verdade exigem dos lideres como se ele estivessem no lugar de Deus, sei que a resposabilidade é maior, mas a salvação é individual e o compromisso com o Senhor tem que ser verdadeiro e incondicional, muitos dissem “ele não é lider…então por que fez isso ou aquilo”, e esquecem que por ser lider vai ser mais cobrado e continua sendo um ser humano, sabem cobrar o lider mas não o repeitam como tal, é dificil entender o homem, por isso eu só quero é Deus, não importa o que vão pensar de mim, pois como disse Paulo o viver para mim é Cristo e o morrer é lucro. amém

  2. Muitos querem comparar a liderança da Igreja como de uma empresa qualquer, mas esquecem que mesmo sendo parecido sem amor nunca alcançaram resuldos positivo para o Reino de Deus.

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s