Sermão: A Ceia do Senhor: Olhando e Refletindo

Pregado pelo Pr Josias Moura de Menezes no culto de Santa ceia da Igreja Betel

1º Coríntios – 11 – 23 : 24

1.  Introdução

A Ceia do Senhor nos dá a oportunidade de bênçãos e crescimento espiritual se nos aproximarmos dela com atitude correta.

2.  O que, então, devemos fazer se a Ceia do Senhor é para trazer bênçãos e não castigo?

2.1    EM PRIMEIRO LUGAR DEVEMOS OLHAR PARA TRÁS (vv. 23-26a)

  • “Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante movo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice…”

O partir do pão nos lembra o Corpo de Cristo, dado por nós; e o cálice nos lembra do seu sangue derramado.

Isto é uma coisa notável, pois Jesus quer que os seus seguidores lembrem da Sua Morte.

A maioria de nós tenta esquecer como, aqueles que nós amamos, morreram, mas Jesus quer que nos lembremos como Ele morreu.

Porque?

Porque tudo o que temos, como cristãos, está centralizado naquela morte.

1º.) Devemos nos lembrar QUE Ele morreu, porque isso é uma parte da mensagem do Evangelho: “Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.”( I Cor 15.3-4). Não é um ensino, é um fato.

2º.) Devemos, também, lembrar PORQUE Ele morreu: Cristo morreu pelos nossos pecados (Isaías 53.6: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.” e I Pedro 2.24: ” Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados.”) pagando o débito que não poderíamos pagar.

3º.) Devemos, também, lembrar COMO Ele morreu desejando mostrar mais tarde o Seu amor por nós (Rm 5.8: “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de Ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.”)

Ele entregou o seu corpo nas mãos de homens pecadores e carregou sobre Seu corpo os pecados do mundo.

Portanto, este “relembrar” não é simplesmente uma recordação de fatos históricos. É uma participação nas realidades espirituais.

Na Mesa do Senhor nós não andamos em volta de um monumento para admirar. Nós temos comunhão com o Salvador vivo quando nossos corações são alcançados pela fé.

Ao nos assentarmos ao redor da mesa do Senhor:

  • Devemos voltar os nossos olhos para o Calvário. Devemos relembrar o quanto o nosso Salvador sofreu. Como ele foi humilhado. Como ele foi cuspido. Como ele foi surrado. Como eles lhe arrancaram a barba. Como eles arrancaram sua carne com açoites crudelíssimos. Como ele espancado sem piedade. Como ele foi afrontado e escarnecido com uma coroa de espinhos. Como ele foi condenado depois de ter sido considerado inocente pelo próprio governador. Como ele carregou o peso lenho, a maldita cruz pelas ruas apinhadas de gente. Como ele sofreu a zombaria da multidão e açoite dos soldados. Como suas mãos foram rasgadas. Como seus pés foram cravados na cruz. Como ele passou a vergonha da cruz. A tortura da sede. As câimbras dolorosas a atormentar-lhe.
  • Ao assentar-nos ao redor da mesa do Senhor devemos relembrar-nos quão grande foi o amor de Jesus por nós. Ele deixou a glória, esvaziou-se, fez-se servo e se humilhou até à morte e morte de cruz.
  • Ao assentar-nos ao redor da mesa do Senhor devemos relembrar-nos quão abominável é o nosso pecado aos olhos de Deus, a ponto de ele fazer o maior de todos os sacrifícios para nos livrar do pecado.
  • Ao assentar-nos ao redor da mesa do Senhor devemos relembrar-nos quão preciosos somos para Deus a ponto de ele nos amar e dar o seu próprio Filho para salvar.

2.2    EM SEGUNDO LUGAR DEVEMOS OLHAR PARA FRENTE (26b)

“Anunciais a morte do Senhor, até que ele venha”. Nós observamos a Ceia “até que Ele venha”.

A volta de Cristo é uma abençoada esperança da Igreja e do cristão individualmente.

Jesus não só morreu por nós, mas Ele ressuscitou outra vez, subiu aos céus e um dia voltará.

Cada um de nós tem lutas pessoais, mas quando contemplamos o futuro anunciado por Deus nas profecias, nosso coração é tomado por esperança, porque sabemos que um futuro glorioso nos aguarda, apesar das aflições do presente.

Quando reunimos para celebrar a Ceia o fazemos como o povo da esperança. Nossa história não caminha dando voltas cíclicas. Nossa história não está sem rumo. Nossa história não está esmagada debaixo do rolo compressor do determinismo. Nossa história é teleológica, ela caminha para um fim glorioso. Ela caminha para o triunfo final de Cristo na sua gloriosa volta.

Jesus vai voltar, eis o brado desta Mesa. Sua vinda é certa. Sua vinda será breve. Sua vinda será física, visível, audível, poderosa, gloriosa, e vitoriosa. Ele virá para nos levar para a Casa do Pai. Ele virá para nos fazer assentar em tronos. Ele virá para nos dar um corpo de glória e para estarmos com ele eternamente e reinarmos com ele para sempre. O melhor está pela frente. O que Deus preparou para nós é uma herança gloriosa, imarcescível, e eterna.

2.3    DEVEMOS OLHAR PARA DENTRO DE NÓS (vv. 27,28,31,32)

“Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice; Porque, se nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.”

“Examine-se pois o homem a si mesmo…”, é um convite para que nós olhemos para o mundo interior de nossas vidas. Ao fazermos isso concluiremos que somos vasos frágeis.

Não podemos assentar-nos à mesa do Senhor sem critério, sem auto-análise, sem investigação do nosso coração. Devemos examinar a nós mesmos e não os outros. Devemos ser juizes de nós mesmos e não juízes dos outros. Devemos rastrear a nossa alma e não tirar a pulsação da alma alheia.

Na realidade, como disse L.Morris, “ninguém é digno da bondade de Cristo para conosco.

Ao pensar sobre a necessidade de investigarmos a nós mesmos escrevi uma pequena reflexão:

Ao olhar para dentro de nós descobrimos que somos tão pecadores como qualquer outro irmão que julgamos ser indigno do sacrifício de Cristo. Ao olhar para dentro de nós percebemos que carecemos profundamente do amor e da misericórdia de Deus a cada segundo da nossa existência. Ao olhar para dentro de nós percebemos que precisamos ter mais misericórdia dos nossos irmãos, pois também fomos alvos da misericórdia de Deus. Ao olhar para dentro de nós entendemos que temos o dever de perdoar pois fomos alcançados pelo perdão de Deus. Ao olhar para dentro de nós contemplamos o quanto Deus é grande e glorioso e o quanto somos pequenos, pois fomos criados pelas suas mãos.

2.4    Devemos olhar ao redor (11.33,34)

A igreja é uma família. Pobres e ricos, grandes e pequenos, líderes e liderados são iguais em Cristo. Na igreja, todos devem estar juntos. Todos devem ter comunhão uns com os outros. Deve existir perdão, aceitação, comunhão.

Ao olhar ao redor percebemos que, aquilo que quebra a comunhão é o pecado. O que enfraquece a igreja é o pecado. O que traz doença para a igreja é o pecado. O que cansa a igreja é o pecado.

Ao olhar ao nosso redor aprendemos que não devemos ter a atitude dos crentes de Corinto na celebração da Ceia de não esperar uns pelos outros e de desprezarem uns aos outros. Aquele comportamento estava em constraste com a atitude sacrificial de Cristo ao instituir a Ceia.

Ao olhar ao nosso redor, percebemos que existem pessoas fracas, aflitas, humanas, sofridas, e carentes de amor e misericórdia de Deus.

Olhando ao nosso redor precisamos esperar uns pelos outros, compreender mais as fraquezas do próximo e amar os nossos irmãos. I Coríntios 11:33: “ Portanto, meus irmãos, quando vos ajuntais para comer, esperai uns pelos outros.”

2.5    Devemos olhar para cima (11.24)

Ao olhar para cima, entendemos que a ceia do Senhor representa um tempo de dar graças. Dar graças por Jesus. Dar graças pela salvação. Dar graças pela igreja. Dar graças pela comunhão. Dar graças pela vida eterna. Dar graças pela certeza do céu. Dar graças pela vitória sobre o pecado.

Portanto, sejamos gratos ao Senhor.

3.  Conclusão

Se eu fosse resumir tudo o que disse nesta reflexão eu diria:

Ao olhar para trás nos lembramos do alto preço pago por Jesus na Cruz.

Ao olhar para frente, nossos corações ficam cheios de esperança.

Ao olhar para dentro de nós compreendemos o quanto somos dependentes de Deus e pecadores.

Ao olhar ao nosso redor, veremos os nossos irmãos e percebemos que temos que exercer amor.

Ao olhar para cima, ficamos tomados por gratidão em saber que Deus é a nossa eterna fonte de bênçãos.

Neste momento, após fazermos esta reflexão na palavra, te convido para dar graças a Deus, pelo que Ele é, e tem feito por nós.

About these ads

Sou Pastor, músico e professor de teologia. Curso atualmente Análise de sistemas e Licenciatura em Matemática. Resido atualmente na cidade de João Pessoa/PB, onde pastoreio e leciono em vários seminários.

Publicado em Igreja
9 comentários em “Sermão: A Ceia do Senhor: Olhando e Refletindo
  1. marcelo disse:

    DEUS te abençoe pastor pelo o ensino sobre a ceia do senhor sabias sao suas palavras eu aprendi muito que o senhor continui nesse mesmo objetivo que e em estruir o povo de DEUS a eexamlnar-se a si mesma DEUS te abeçoe

  2. Hudson Cruz disse:

    DEUS te abençoe amado.

  3. Hudson Cruz disse:

    amem DEUS te abençoe

  4. PB. Roberto Miknov disse:

    Parabens Pastor pela boa palavra a respeito da Santa Ceia do Senhor, que Deus continue lhe abençoando e abrindo seu entendimento, para a poderosa Palavra de Deus. quem sabe assim as pessoas possam valorizar o sacrificio de Jesus na cruz do calvario, e nunca trocar esse ato por nada nesta vida. porque muitos ainda faltam a um culto de Santa Ceia para ir a um casamento, festa de aniversario, e esquece do dono da vida.

  5. Anônimo disse:

    Que Deus continue te iluminando , gostei muito…..Alair Maia

  6. Anônimo disse:

    DEUS LHE BENDIGA, SEMPRE!

  7. ev.sidney cardoso bastos de morais disse:

    esta mensagem vou levar para a minha igreja assembleia de DEUS
    MADUREIRA PIAUI / PARQUE DO SOL

  8. wanderley rodrigues disse:

    gostei muito de todos os artigos deste site

Deixe sua mensagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

TOTAL GERAL DE ACESSOS:
contador de visitas

Digite seu Email para fazer sua assinatura e receber notificações deste site.
Após confirmar abra sua caixa de Email para concretizar sua assinatura.

Junte-se a 3.112 outros seguidores

Veja o curriculo eclesiástico de Josias Moura de Menezes

Veja o currículo de Josias Moura

Nosso contato:

josiasmoura@hotmail.com

Telefone para envio de mensagens SMS:

(83) 9619.9711 TIM
(83) 8612.6728 OI

ATENÇÃO: NÃO ATENDEMOS A LIGAÇÕES. RESPONDEMOS APENAS A MENSAGENS DE CELULAR.

COMPRE APOSTILAS EM NOSSA CENTRAL APOSTILAS CRISTÃS
Veja a loja Virtual do Pr Josias Moura. Clique na imagem abaixo:
Curso de teologia Básica
Curso para ministros de louvor e adoração
Curso de missões e Evangelismo
Curso de Aconselhamento e Capelânia Cristã
Curso de especialização em Hermenêutica
Adquira nossos CDS

Os cds abaixo possuem um amplo material para seu crescimento espiritual. Há estudos Bíblicos, sermões, comentários, etc..., para que você possa utilizá-los como fonte de consulta diária.

CD. 01: Biblioteca do conhecimento Teológico
CD. 02: Biblioteca do conhecimento Cristão Vol. 01
CD. 03: Biblioteca do Conhecimento Cristão Vol. 02
CD.04: Biblioteca Digital do Pregador
CD. 05: Comentários Bíblicos
CD. 06: Biblia de Estudo Pentecostal
CD. 07: Homilética. A arte da elaboração e comunicação de sermões
CD. 08: Missões e Evangelismo
CD 09. Corinhos para o culto infantil da Tia Amanda e Sua turma
CD 10: Biblioteca Digital de Estudos sobre a família Cristã
CD 11: Biblioteca Digital de Louvor e adoração
CD 12. Coletânia Digital de sermões do Pr Josias Moura
CD 13: Biblioteca dos recursos para o ministério infantil
CD 14. BIBLIOTECA DIGITAL DO CONHECIMENTO CRISTÃO VOL 03
CD 15. PLAYBACK do CD Louvores para o culto infantil Vol. 01
CD 16. Corinhos para o culto infantil Vol. 03
CD 17. Enciclopédia Bíblica- histórica – Teologica – filosófica da Bíblia – 06 volumes em arquivos digitalizados no formato PDF.
CD 18. Bíblioteca Temática de estudos para Escola Bíblica dominical, cultos de doutrina, e grupos familiares.
Comunidade
E-mail para contato:
josiasmoura@gmail.com
Comentaríos recentes deixados por nossos leitores
Roberval Cordeiro em SERMÃO: RENOVAÇÃO PARA OS…
Snia Lemos em SERMÃO: RENOVAÇÃO PARA OS…
Conceio Fagundes em Estudo para a EBD dia 20.04.20…
Roberval Cordeiro em Estudo para EBD dia 13.06.2014…
Anônimo em SERMÃO PARA CULTO DE SA…
claudianediniz em Estudo para EBD dia 13.06.2014…
edneia em Cd – Louvores e músicas…
roberval cordeiro em Estudo para o curso bíb…
Anônimo em Estudo: ENTENDENDO O QUE…
graça. em Estudo Bíblico: Porque…
graça. em Estudo Bíblico: Porque…
Adécio Nascimento An… em Nota de agradecimento
Adriana dias em Nota de agradecimento
celso pedro alves em Nota de agradecimento
Anônimo em Nota de agradecimento
Aqui você pode administrar o site, e instalar RSS na barra dos favoritos.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.112 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: